O que Fabiana Schoqui fala sobre Jorge Marcelo Oliveira

Quando alguém me pede referências de história da moda, produção de moda e cinema, só tem uma pessoa que me vem à cabeça: Jorge Marcelo Oliveira.
Já indiquei e indico sem medo de errar, afinal, ele é um estudioso nesses assuntos e fala com propriedade sobre o que se propõe.
Mas essa admiração começou lá atrás, quando eu o conheci na produção de moda da revista Residenciais (nem vou falar há quanto tempo rsrs). Logo veio o portal Mondo Moda, o qual sempre admirei e respeitei por seu toque de informação diferenciada de tudo o que lemos em outros veículos!
Como assessora de imprensa – da época em que existiam kits de imprensa entregues nas redações -, lembro que separávamos kits do segmento de moda e beleza e eu sempre tinha o seu nome como referência de profissional capaz, inteligente e autêntico. Esse último adjetivo eu friso bem, porque autenticidade, nos dias de hoje, é algo raro. E o Jorge tem de sobra.
Uma vez tive o privilégio de assistir a uma palestra dele na Casa Cor e me lembro de ter ficado admirando seu conhecimento, de quantas coisas levava dentro daquele cérebro incrível!
Sim, acabamos nos tornando amigos e já tivemos conversas sobre tantos assuntos, inclusive sobre a morte, quando sua mãe faleceu. Sempre de uma forma muito transparente, como ele sabe bem ser.
Depois, na Revista Prado, fizemos produções de moda em parceria, eu assessora, ele produtor, assim como em Mondo Moda.

Fabiana Schoqui usa colar Foi o Jorge que Fez @ Acervo Pessoal

Atendi a loja KER por vários anos e suas peças sempre estiveram presentes nos editoriais de moda que o Jorge Marcelo “desenhava” com tanto cuidado. Aliás, foram inúmeros eventos sociais na KER, em desfiles, lançamentos de coleções, fora as entrevistas.
Sempre nos demos bem nessa caminhada, nos respeitamos acima de tudo, e é o que tem permeado o nosso relacionamento até hoje. Inclusive, quando o Jorge quis vender sua belíssima coleção de Barbies, ele me procurou para saber se eu lembrava de alguém que pudesse se interessar em “herdar” aquela relíquia.
Eu tinha conhecimento da coleção por uma conversa em que ele me relatou sua existência, porém, fiquei boquiaberta ao ver, pelas fotos num primeiro momento, a riqueza de detalhes não apenas no vestuário impecável que ele desenhou para cada uma delas, mas também nos acessórios, minúsculos e perfeitos, todos feitos por ele. Verdadeiras obras de arte que posteriormente adquiri (duas unidades da coleção) para guardar para minha filha.
Atualmente sou consumidora de sua marca de biojoias (na foto, estou usando uma que amo!), que aliás, são criativas como tudo o que ele faz! Peças lindas, diferentes e fruto de sua originalidade e, mais uma vez, autenticidade, que carrega junto com seu companheiro não menos querido, Flávio!
Tem a minha admiração, meu amigo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star